Produzido na Zona Franca de Manaus

Atualizado: 29 de Mar de 2020


No dia 28 de fevereiro de 2020 - Completa-se 53 anos da criação do Decreto Lei 288, que institui a Zona Franca de Manaus.

São exatos 53 anos, de muitas lutas, para que nossa Região pudesse se desenvolver preservando o que o Mundo inteiro conhece como pulmão do Mundo. Mas como desenvolver uma região e preservar o Meio Ambiente, a Floresta Amazônica ao mesmo tempo?

Isso é possível?

Isso se chama Zona Franca de Manaus, que gera mais de meio milhão de empregos entre diretos e indiretos.


Importante destacar que os benefícios fiscais vigentes para a Zona Franca de Manaus é diferenciada do restante do país, oferecendo benefícios locacionais, objetivando minimizar os custos amazônicos.


Além de vantagens oferecidas pelo Governo Federal, o modelo é reforçado por políticas tributárias estadual e municipal, vejamos:


  • Redução de até 88% do Imposto de Importação (I.I.) sobre os insumos destinados à industrialização;

  • Isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (I.P.I.);

  • Redução de 75% do Imposto de Renda de Pessoa Jurídica, inclusive adicionais de empreendimentos classificados como prioritários para o desenvolvimento regional, calculados com base no Lucro da Exploração até 2013; e

  • Isenção da contribuição para o PIS/PASEP e da Cofins nas operações internas na Zona Franca de Manaus;

  • Restituição parcial ou total, variando de 55% a 100% – dependendo do projeto – do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestação de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS).


Existem ainda, vantagens extrafiscais, no parque industrial de Manaus, o investidor tem à disposição terreno a preço simbólico, com infra-estrutura de captação e tratamento de água, sistema viário urbanizado, rede de abastecimento de água, rede de telecomunicações, rede de esgoto sanitário e drenagem pluvial.


A área industrial é de 3,9 mil hectares, sendo que as empresas instaladas atualmente ocupam menos de 1,7 hectare, estando disponível para receber novos empreendimentos mais de 2,2 hectares.

Que favorece o desenvolvimento da Região Norte, tantas vezes ignorada pelos brasileiros. Muito aqui se produz, e isso fomenta a economia, não apenas para o Amazonas, como também para o Brasil inteiro.

E que parece estar com seus dias contatos. #tristerealidade

Fica o texto para reflexão de todos.

Se estiver com dúvidas em relação ao que é ZFM, clica no artigo anterior, lá eu te explico 😉🤜🏼🤛🏼

19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo